Autoridades detém 4 supostos membros das Farc que levavam explosivos

Bogotá, 13 jun (EFE).- Autoridades colombianas capturaram hoje em Bogotá quatro supostos milicianos das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) que levavam explosivos e investigam se eles teriam envolvimento com ataques recentes na capital do país.

EFE |

Os supostos rebeldes foram detidos pelas autoridades portando grande quantidade de um poderoso explosivo além de duas mil doses de medicamento para o tratamento de Leishmaniose, uma doença que afeta vários guerrilheiros das Farc.

O prefeito de Bogotá, Samuel Moreno, anunciou um aumento de policiamento na capital colombiana diante dos quatro atentados com explosivos que deixaram, entre segunda e quinta-feira, uma mulher morta e quatro policiais feridos.

"Acho que cada caso deve ser tratado de maneira individual para saber o que há por trás deste tema. De repente pode haver intimidação direcionada a algumas empresas. Isto nos vai permitir concluir se são casos isolados ou se há um plano para gerar incerteza na cidade", disse Moreno. EFE fe/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG