Autoridades detêm 17 do bando de Abadía na Colômbia

Bogotá, 31 out (EFE).- Uma grande operação das autoridades colombianas levou a desmantelamento de uma organização dirigida por Juan Carlos Abadía, em uma batida que gerou a detenção de 17 pessoas, informaram hoje porta-vozes policiais.

EFE |

A operação contra o bando de Abadia foi a primeira de duas batidas, que geraram a detenção de um total de 27 pessoas, lançadas em conjunto com a Direção Americana Antidroga (DEA).

A batida teve como objetivo a organização dirigida por Juan Carlos Abadía, narcotraficante colombiano extraditado em agosto passado do Brasil para os Estados Unidos.

Na ação, realizada em Cali, foram detidas 17 pessoas, incluídas três com fins de extradição aos EUA e que as autoridades identificaram como William Tamayo Hernández, Fredy Gil Rodríguez e Francisco Naranjo Ladino.

Segundo a fonte, os detidos formavam o "escritório de cobrança" de contas e extorsões, além de prestação de serviços de segurança de Abadía.

Os outros dez detidos pertenciam aos Nevados, grupo de natureza paramilitar criado pelos irmãos Víctor Manuel e Miguel Ángel Mejía Múnera, conhecidos como "Os Gêmeos".

O primeiro deles morreu no final do abril passado em um enfrentamento com policiais, enquanto o outro foi detido no mês seguinte.

As autoridades informaram que entre os detidos do grupo está Carlos Humberto Urrego Moscoso ("Mao"), que assumiu o controle das operações do narcotráfico que estavam nas mãos dos Mejía.

A detenção de Urrego aconteceu em Bucaramanga, enquanto os outros supostos membros da organização foram detidos em Ibagué e Santa Marta. EFE jgh/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG