Autoridades detectam vírus da gripe aviária em fazenda no Vietnã

Hanói, 26 set (EFE) - As autoridades sanitárias do Vietnã confirmaram a presença do vírus H6N1 em 50 patos mortos em uma fazenda do sul do país e mandaram sacrificar todos os animais do local para evitar que a doença se propague, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

O subdiretor do Departamento Veterinário do Vietnã, Hoang van Nam, destacou que a fazenda, situada na província de Cà Mau, criava 500 patos, e ressaltou que os animais infectados tinham apenas 45 dias, e, por isso, ainda não haviam sido vacinados.

A inspeção sanitária descobriu as aves mortas no dia 22.

Em 7 de setembro, a doença foi detectada em outra fazenda da província de Ben Tre, também na região sul e próxima a Ho Chi Minh (antiga Saigon), o principal centro financeiro do país.

A variação H5N1 da gripe aviária, a mais letal que os cientistas conhecem, matou cinco pessoas no Vietnã neste ano (51 desde 2003) e se manifestou em 26 das 59 províncias do país.

Desde que reapareceu na China, em novembro de 2003, a gripe aviária se propagou por partes de Ásia, África e Europa e se tornou endêmica em alguns lugares, como a Indonésia, nação cujo Governo deixou de informar oficialmente dos casos mortais quando o número passou de 100. EFE mat/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG