Autoridades de Santa Catarina confirmam 21 casos de leptospirose

Rio de Janeiro, 10 dez (EFE).- As autoridades de Santa Catarina, onde as chuvas deixaram pelo menos 123 mortos, confirmaram 21 casos de leptospirose entre as pessoas com sintomas da doença.

EFE |

Segundo um comunicado divulgado hoje pela Secretaria de Saúde de Santa Catarina, dos 373 casos suspeitos, 21 foram confirmados, 76 descartados e outros 276 ainda estão sendo analisados.

A leptospirose é uma doença infecciosa provocada pelo contato com água ou lama contaminada com urina de animais infectados, principalmente ratos.

Os focos desta doença são muito comuns em casos de inundações provocadas por chuvas, como ocorreu em Santa Catarina, onde os temporais das últimas semanas foram os maiores em vários anos.

Segundo os números mais recentes da Defesa Civil de Santa Catarina, as chuvas provocaram 123 mortes, enquanto 29 pessoas continuam desaparecidas.

O número de desabrigados, que chegou a superar os 80 mil há uma semana, agora caiu para 33.399, pois, com a redução do nível das águas dos rios, muitas pessoas já conseguiram retornar para suas casas.

Os temporais deixaram várias cidades sem energia elétrica durante alguns dias, enquanto o fornecimento de gás canalizado foi restabelecido apenas ontem, duas semanas depois que as inundações provocaram a ruptura do ramal do gasoduto que leva gás boliviano para dois estados do sul do Brasil.

As inundações e os deslizamentos de terra, estes últimos responsáveis pela maioria das mortes, atingiram cerca de 1,5 milhão de pessoas em Santa Catarina.

As autoridades locais chegaram a declarar o estado de calamidade pública em 14 localidades da região. EFE cm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG