Autoridades da Bolívia acham vala comum com 6 brasileiros

LA PAZ - As autoridades bolivianas descobriram no extremo leste do país uma vala comum com sete cadáveres, seis brasileiros e um colombiano, que foram vítimas de uma limpeza criminosa de pessoas viciadas em drogas, informa hoje a imprensa local.

EFE |

O procurador de distrito de Santa Cruz, Jaime Solís, informou que, no início da tarde de ontem, "foram encontrados sete corpos de pessoas que foram mortas na localidade de San Matías, a 2 quilômetros da fronteira com o Brasil", afirma o jornal "La Razón".

Solís informou que os corpos estavam a cerca de quatro metros de profundidade e foram enterrados com ajuda de maquinaria pesada, elemento que, segundo o procurador, "poucas pessoas têm".

As autoridades bolivianas estudam a hipótese de que os habitantes do lugar tenham decidio matar os estrangeiros porque usavam drogas e cometiam crimes menores.

O jornal "El Deber" informa que as autoridades bolivianas fizeram a descoberta com a ajuda de agentes da Polícia Federal brasileira, que estavam há cerca de um mês procurando os corpos.

O "La Razón" cita um relatório da Polícia Federal brasileira segundo o qual, na zona, pelo menos 22 pessoas permanecem desaparecidas e suspeita-se que foram assassinadas porque eram viciadas em drogas e vagavam pela região.

Leia mais sobre brasileiros no exterior

    Leia tudo sobre: bolívia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG