Autoridades colombianas encontram US$ 1 milhão de chefe das Farc

Bogotá, 6 set (EFE).- As autoridades colombianas encontraram US$ 1 milhão, computadores e armas pertencentes a um chefe das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) que conseguiu fugir de um acampamento bombardeado na última quarta-feira no departamento (estado) de Guaviare, informou hoje a imprensa local.

EFE |

O dinheiro, aparentemente produto do narcotráfico, pertencia a Gener García Molina, conhecido como "John 40", líder da frente número 43 das Farc, cuja fortuna estima-se que esteja próxima de US$ 3 milhões, informou o jornal "El Tiempo".

Nessa operação, realizada em Guaviare, a 400 quilômetros do sul de Bogotá, foram encontrados também 35 milhões de pesos colombianos, (US$ 17 mil), três laptops e arquivos com informação valiosa, conforme uma fonte militar revelou ao periódico colombiano.

Além disso, foram achadas duas metralhadoras, 22 fuzis, oito pistolas, 15 telefones celulares, duas câmeras fotográficas, 11 scanners, três rádios de comunicação, instrumentos cirúrgicos e um localizador GPS.

A fonte explicou que, segundo rebeldes desmobilizados, a quantia encontrada é a que habitualmente o guerrilheiro foragido carregava para despesas.

Segundo os informantes, o guerrilheiro era colecionador de relógios de luxo e pagava cirurgias plásticas para seus amantes.

Na quarta-feira passada, o presidente colombiano, Álvaro Uribe, confirmou a operação em que fugiu o guerrilheiro "John 40", considerado pelas autoridades militares o principal responsável pelo narcotráfico dentro das Farc. EFE gta/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG