Autoridades colombianas detêm um dos maiores seqüestradores das Farc

BOGOTÁ - A Polícia colombiana deteve um chefe da guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), considerado o maior seqüestrador do noroeste do país e que foi apresentado hoje à imprensa na cidade de Medellín.

EFE |

Fontes policiais assinalaram que se trata de Guillermo Antonio Úsuga Graciano, conhecido como "Tio Pacho", terceiro chefe da frente 34 das Farc, que foi detido no sábado em uma operação especial em Arboletes, no departamento (estado) de Antioquia.

Segundo o comandante da Polícia colombiana, general Óscar Naranjo, "Tio Pacho" teria sido responsável por pelo menos 88 seqüestros.

Naranjo disse ainda que o rebelde iria ser nomeado, nos próximos dias, comandante da frente 37 das Farc.

A operação que terminou com a captura de "Tio Pacho", requerido pela Justiça pelos delitos de terrorismo, se desenvolveu durante oito meses, admitiram as fontes.

"Este sujeito é apontado no departamento de Antioquia (como responsável) por vários seqüestros ao longo de 10 anos. Nossas unidades de inteligência realizaram trabalhos de acompanhamento durante vários meses", detalhou o general.

O presidente colombiano, Álvaro Uribe, parabenizou a Polícia ao ser informado sobre a detenção do guerrilheiro e disse que sua captura é "um alívio" para a sociedade.

Saiba mais sobre: Farc

    Leia tudo sobre: farc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG