Autoridades britânicas acusam jovem de assassinar estudantes franceses

Londres, 12 jul (EFE).- Um jovem de 23 anos detido esta semana foi acusado hoje de participar do brutal assassinato em um apartamento de Londres de dois estudantes franceses, que receberam mais de duzentas punhaladas, informou a Scotland Yard.

EFE |

Daniel Sonnex, que foi detido em Peckham, no sul da capital, na quinta-feira passada, foi acusado da morte de Laurent Bonomo e Gabriel Ferez, ambos de 23 anos, no final de junho passado, e de um delito de obstrução da Justiça.

As vítimas, estudantes de bioquímica na França, receberam um total de 243 punhaladas no peito, no pescoço e na cabeça antes de atear fogo aos corpos das vítimas, que foram encontradas em um apartamento em New Cross, no sudeste de Londres, em 29 de junho.

O outro acusado pelo assassinato dos estudantes é Nigel Farmer, de 33 anos, que, por ordem de um juiz, deverá permanecer em prisão preventiva até a próxima vez que deverá comparecer aos tribunais, em 16 de outubro.

Além do assassinato dos dois jovens, Farmer, sem residência fixa, é acusado de provocar um incêndio na casa e de obstruir o curso da Justiça.

Após sua detenção, Farmer, que se entregou às autoridades, teve que receber assistência médica em um hospital pelas queimaduras que apresentava nas mãos e nos braços.

A Polícia interroga também um homem de 35 anos e uma mulher de 25, detidos na quarta-feira por suposto envolvimento na morte dos dois jovens, que estavam em Londres para estudar entre maio e julho no Imperial College. EFE jm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG