Autoridades belgas fecham site com endereços de pedófilos

Bruxelas, 20 mar (EFE).- A Procuradoria federal da Bélgica decidiu fechar o site www.

EFE |

stopkinderporno.be, ao considerar que os dados que continha, entre eles listas com os bairros onde moram pessoas condenadas por crimes de pedofilia, violam as leis sobre privacidade.

A decisão levou o criador do site, o holandês Chris Hölsken, a reabrir as páginas com os domínios ".com" e ".eu", e ameaçar empreender ações legais contra a própria Procuradoria e, se for necessário, contra o ministro da Justiça belga.

"A Procuradoria acha que pode simplesmente proibir o nome (do domínio), mas está desperdiçando energias: o stopkinderporno.com e o stopkinderporno.eu já podem ser consultados", disse Hölsken ao jornal "De Morgen".

Segundo uma porta-voz da Procuradoria, o fechamento do site atende a uma possível violação das normas que garantem o respeito à vida privada, devido à publicação de alguns dados dos pedófilos condenados.

Além da informação na internet, Hölsken tem uma linha telefônica na qual oferece mais detalhes sobre os condenados por abusos e sua localização. EFE mvs/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG