Berlim, 2 dez (EFE).- O Ministério de Proteção ao Consumidor em Baden-Württemberg, no sul da Alemanha, confirmou hoje que foi detectada melamina em biscoitos de Natal, que contêm bicarbonato de amônio procedente da China.

A melamina, em concentrações baixas, foi encontrada no bicarbonato de amônio que é acrescentado aos tradicionais Lebkuchen, biscoito de especiarias tradicional nas mesas natalinas alemãs.

Em sete dos 28 testes realizados sobre o bicarbonato de amônio foram encontradas concentrações de melamina de ente 200 e 470 miligramas por quilo, além de sulfatos de entre 76 e 240 miligramas, informou o ministério, em comunicado.

Essas são concentrações que violam as normas sanitárias, embora não representem risco para a saúde, indicou o ministério.

Mesmo no caso de que crianças pequenas ingerissem até meio quilo dos biscoitos contaminados, não haveria risco para saúde, de acordo com as normas da Organização Mundial para a Saúde (OMS). No entanto, as autoridades alemãs ordenaram retirar os produtos "contaminados" dos estabelecimentos.

Quatro meses depois de vir à tona o escândalo do leite contaminado na China, na Alemanha foram aumentadas sensivelmente as amostras de produtos procedentes do gigante asiático.

Em outubro, as autoridades de Baden-Württemberg ordenaram retirar balas que continham melamina, também importados da China, por superar a porcentagem máxima deste componente estabelecida por lei.

EFE umj/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.