Autores de atentado no País Basco espanhol tentaram atrair policiais à rua

Os autores do atentado a bomba que neste domingo deixou sete feridos próximo a uma delegacia de Ondarroa, no País Basco espanhol (norte), tentaram atrair policiais para a rua antes de detonar a bomba, informaram as autoridades regionais.

AFP |

"Estacionaram o veículo ao lado de um muro próximo à porta da delegacia, saíram do carro e lançaram coquetéis molotovs da delegacia, para que os policiais saíssem. Depois, detonaram a bomba", disse à AFP uma porta-voz do Departamento basco do Interior.

As autoridades suspeitam da autoria da organização separatista basca ETA.

A explosão, na cidade de Ondarroa (Vizcaya), foi registrada às 04h30 locais (23h30 de sábado em Brasília) e deixou sete feridos, quatro policiais e três civis, indicou um registro da Polícia local.

Os agentes feridos pertencem à Polícia autônoma do País Basco.

Outro carro-bomba havia sido detonado às 00h00 locais nas imediações de Vitoria, capital do País Basco, pouco depois de uma ligação anônima para a Polícia Autônoma, que indicou que não houve vítimas.

Ambos os atentados são atribuídos à organização separatista armada basca ETA pela imprensa espanhola. O secretário basco do Interior declarou que isso é muito provável.

fz/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG