Autor confesso da morte de jovem brasileira é preso na Espanha

Ourense (Espanha), 27 fev (EFE).- O autor confesso da morte da brasileira Maria do Socorro da Silva, de 26 anos, Ramón F.

EFE |

A., de 48 anos, foi preso nesta sexta-feira após declarações no juizado da Guarda da cidade de Ourense, onde admitiu o crime.

Fontes jurídicas explicaram à Agência Efe que a defesa solicitou a prisão para o detido em um centro especial para poder fazer nele análises psicológicas e mantê-lo sob controle, mas o juiz decretou prisão preventiva por homicídio ou tentativa de homicídio, embora a qualificação do delito poderia mudar quando as investigações avançarem.

Segundo fontes da investigação faltando que se complete a autópsia, o corpo da jovem apresenta duas feridas de arma incisiva em um pulmão, e um golpe no lado do pescoço, fatos que o acusado disse não se lembrar.

O chefe da Unidade de Delitos Violentos da Delegacia Geral da Polícia Judiciária, Serafín Casto, explicou hoje em entrevista coletiva o processo que levou à detenção de Ramón F.A., que foi a última pessoa que esteve com a jovem brasileira, na qualidade de cliente, já que ela exercia a prostituição.

Após ser detido, confessou que matou a jovem e que atirou o cadáver em um rio, o que facilitou o achado do corpo por mergulhadores da Guarda Civil. EFE rv/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG