revelou desidratação que causou, por sua vez uma parada cardíaca." / revelou desidratação que causou, por sua vez uma parada cardíaca." /

Autópsia em Eluana revela que médicos respeitaram a ordem judicial

A autópsia em Eluana Englaro, a italiana de 38 anos que morreu na segunda-feira depois de 17 anos em coma, http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/02/11/autopsia+diz+que+desidratacao+matou+eluana+3985018.html target=_toprevelou desidratação que causou, por sua vez uma parada cardíaca.

Redação com agências internacionais |

O exame confirmou que os médicos respeitaram ao pé da letra o protocolo estabelecido em dezembro pelo Tribunal Supremo, que dispunha sobre a retirada da sonda que lhe garantia a alimentação e a hidratação, paralelamente ao fornecimento de sedativos.

Eluana sobreviveu apenas três dias depois da interrupção da alimentação artificial o que gerou dúvidas entre os adversários da medida.

Os próprios médicos de Eluana calculavam que a agonia poderia ter durado 10 dias, mas as condições físicas da enferma eram muito delicadas.

A jovem será enterrada numa cerimônia simples, com a presença de familiares e amigos mais próximos no cemitério de Paluzza.

Autópsia em Eluana

A autópsia foi feita ontem em Eluana, que morreu na segunda-feira depois que foi suspensa sua alimentação por desejo de sua família.

Segundo fontes médicas, os primeiros resultados mostram que a morte de Eluana foi compatível com o previsto no protocolo médico, elaborado de acordo com a Justiça de Milão, que permitiu a interrupção de sua alimentação.

A confirmação desses dados pode chegar hoje pelas mãos dos peritos e, mais tarde, após o exame toxicológico que foi feito no corpo da italiana.

O resultado desse último exame pode demorar até semanas para ser divulgado.

Durante a autópsia, os médicos recolheram amostras de tecido e de órgãos, incluindo do cérebro, para análise em laboratório.

A família Englaro enviou à autópsia seus próprios médicos. Está prevista para hoje uma primeira comparecimento dos especialistas na Procuradoria de Udine. 

Leia mais sobre: eutanásia

    Leia tudo sobre: eutanásia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG