Amstetten (Áustria), 28 abr (EFE).- Josef Fritzl, acusado de ter mantido em um porão sua filha Elisabeth durante 24 anos, ter coemtido abuso sexual contra ela sistematicamente e ter tido sete filhos com a mulher, na cidade austríaca de Amstetten, confessou hoje esses crimes à Polícia.

EFE jk/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.