Austríaco autor de fraude fiscal recorde é extraditado do Brasil

Um austríaco suspeito de ter fraudado a soma recorde de 116 milhões de euros do fisco de seu país foi extraditado nesta terça-feira pelo Brasil, onde encontrou refúgio há quase 15 anos, anunciou a polícia judiciária em Viena,

AFP |

O homem, hoje com 52 anos, deixou a Áustria em 1995 e conseguiu nacionalidade brasileira por casamento. Detido no Brasil em 2005 por lavagem de dinheiro, perdeu a nacionalidade por ter contraído falso casamento.

Ex-presidente de uma empresa de importação e exportação, ele é acusado de ter roubado do fisco austríaco 116 milhões de euros entre 1991 e 1995 por um jogo de sociedades laranjas.

phs/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG