rap da tuberculose - Mundo - iG" /

Australiano em quarentena faz sucesso com rap da tuberculose

Um jovem australiano com tuberculose virou celebridade na internet após gravar vídeos fazendo raps do quarto do hospital onde está isolado e postá-los no YouTube. Os vídeos já foram assistidos quase um milhão de vezes nos últimos dois meses.

BBC Brasil |

A internet tem sido a grande companheira de Christiaan Van Vuuren, 27 anos, no Hospital de Sydney, onde está internado desde o dia 9 de janeiro com um tipo de tuberculose resistente a vários remédios.

Entediado, Van Vuuren passou a se filmar usando a webcam do computador, montando vídeos com suas próprias canções de rap narrando a sua condição de uma forma mais cômica.

Inicialmente, a intenção era mostrar para os amigos e parentes o seu cotidiano no hospital, além de se manter entretido. Como era mais fácil colocar os vídeos no YouTube do que mandá-los por email, Van Vuuren não pensou duas vezes. Só não imaginava que o primeiro vídeo viesse a ser assistido por duas mil pessoas nas primeiras duas horas de presença no YouTube.

Desde então, Christiaan passou a ter uma conta também no Twitter, hoje com quase três mil seguidores, e no Facebook, onde tem mais de 14 mil fãs. O jovem ainda recebe mensagens de todas as partes do mundo, fotos, cartas e até propostas de casamento.

"Pensei que ficaria isolado em quarentena, mas estou com mais amigos ao redor do mundo do que nunca", disse ele à BBC Brasil. "Pensei que perderia meses da minha vida aqui. Mas, não tem sido o caso", completou.

OMS
O sucesso foi tamanho que Van Vuuren foi contatado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que pediu um vídeo especial de Christiaan explicando a doença e seus sintomas, para o Dia Mundial da Tuberculose, no dia 24 de março.

O vídeo mais popular de Vuuren é o Life in Quarantine (Vida em quarentena, em português), que já recebeu meio milhão de hits.

O Fully Sick Rapper, ou rapper totalmente doente (nos países de língua inglesa, "sick" também é gíria para "genial" ou "doido"), como se auto-intitula na internet, passou também a vender camisetas online com o objetivo de angariar fundos para a OMS no combate a tuberculose.

Vuuren, que é consultor de marketing em Sydney, estava em uma reunião de trabalho quando cuspiu sangue, ao tossir, perdeu sangue e foi levado ao hospital. Christiaan foi então diagnosticado com um furo no pulmão do tamanho de uma moeda, causado pela doença.

Christiaan Van Vuuren, que apesar de ter dito à BBC Brasil que está se sentindo muito bem, ainda não tem previsão de alta.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG