Australiano é condenado a 3 anos por comprar lança-foguetes roubado

Sydney (Austrália), 10 dez (EFE).- O australiano Taha Abdul-Rahman, de 30 anos, foi condenado hoje a três anos de prisão por ter comprado sete lança-foguetes militares roubados do Exército, sabendo que as armas acabariam nas mãos de criminosos e possivelmente terroristas, segundo a sentença.

EFE |

O juiz Mark Marien, do tribunal de Nova Gales do Sul, indicou ao pronunciar a decisão que o acusado vendeu um dos lança-foguetes a um grupo com vínculos terroristas.

O resto das armas, do modelo M-72, que foi comprado pelo ex-capitão do Exército australiano Shane Della-Vedova em 2003, continuam em paradeiro desconhecido.

Abdul-Rahman, na prisão desde sua detenção em 2007, terá cumprido sua sentença em um ano.

Della-Vedova cumpre pena de dez anos de pelo furto e a posterior venda dos lança-foguetes. EFE mg/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG