Austrália tem reforma ministerial após saída do ministro da Defesa

O governo da Austrália do primeiro-ministro trabalhista Kevin Rudd anunciou uma reforma ministerial nesta terça-feira, após a renúncia na semana passada do ministro da Defesa, envolvido em um escândalo.

AFP |

Quinze novos ministros e secretários de Estado tomaram posse, incluindo o senador John Faulkner, que assumiu a pasta da Defesa no lugar de Joel Fitzgibbon.

Este último se viu obrigado a renunciar no dia 4 de junho, depois da revelação de que havia organizado uma reunião entre um general responsável por tomar as decisões sobre os serviços de saúde do Exército e seu irmão, diretor de uma seguradora.

Após os ataques da oposição, Fitzgibbon renunciou e se viu obrigado a pedir desculpas por ter aceitado viagens com os gastos pagos e presentes de uma rica australiana de orige, chinesa quando era deputado.

Esta é a primeira reforma ministerial do governo Kevin Rudd, eleito em novembro de 2007 depois de 11 anos de hegemonia conservadora.

th/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG