Austrália pede expulsão de Fiji do Fórum das Ilhas do Pacífico

Sydney (Austrália), 28 abr (EFE).- O primeiro-ministro da Austrália, Kevin Rudd, defendeu hoje a expulsão de Fiji do Fórum das Ilhas do Pacífico por não convocar eleições após quase dois anos de regime militar.

EFE |

"A posição australiana é de linha dura (...) um Governo como o de Fiji não pode pertencer a esta família de democracia", disse Rudd em entrevista coletiva.

O bloco regional fixou como prazo ao regime fijiano o dia 1º de maio para que convoque a população às urnas caso deseje continuar pertencendo ao Fórum.

No entanto, os líderes de Fiji ignoraram essa exigência e se encaminharam na direção contrária, assegurou Rudd.

Fiji sofre uma aguda crise política há um mês, quando os tribunais declararam ilegal o golpe de Estado pelo que o atual primeiro-ministro, comodoro Frank Bainimarama, depôs em 2006 o Governo de Laisena Qarase.

Josefa Iloilo, o presidente, reagiu à decisão demitindo todos os magistrados, suspendendo a Constituição, declarando o estado de exceção e mantendo Bainimarama em seu posto até 2014.

Em aplicação a essa legislação, seis pessoas foram detidas ontem por distribuir panfletos contra o regime militar, entre eles o líder opositor Iliesa Duvuloco.

Com o estado de exceção, qualquer pessoa pode ser detida por até sete dias se for considerada uma ameaça para a estabilidade da nação.

Nas últimas semanas, Iloilo ignorou as ameaças de sanções de Austrália e Nova Zelândia e optou por militarizar as instituições e desvalorizar a moeda em 20% para controlar as reservas de divisas, entre outras iniciativas.

Bainimarama prometeu em 2007 realizar eleições em 2009 para poder continuar desfrutando da ajuda oficial ao desenvolvimento da União Europeia (UE), mas depois deu marcha à ré e agora afirma que não haverá pleito enquanto pleito enquanto a Carta Magna não for reformada.

O líder golpista afirma que quer mudar a lei eleitoral para refletir a pluralidade étnica do país. EFE aus/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG