Austrália detém suspeito de provocar incêndio que matou 21

Sydney, 13 fev (EFE).- A Polícia australiana deteve hoje um homem suspeito de ter provocado um incêndio em Churchill, que no sábado passado matou pelo menos 21 pessoas.

EFE |

O homem é um morador do município, situado a sudeste da cidade de Melbourne, e tem 39 anos, segundo informa o jornal local "The Age".

A Polícia ainda não acusou formalmente o suspeito, mas espera-se que ele seja convocado aos tribunais ainda nesta sexta-feira.

Os incêndios no estado australiano de Victoria deixaram pelo menos 181 mortos e mais de 50 desaparecidos. EFE mg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG