Austrália desaconselha viajar à Indonésia diante de possíveis novos atentados

Sydney (Austrália), 17 jul (EFE).- O Governo australiano desaconselhou hoje seus cidadãos a visitarem a Indonésia e elevou o alerta de viagem para esse país após os dois atentados cometidos hoje contra hotéis de luxo em Jacarta.

EFE |

Em comunicado, o Ministério de Assuntos Exteriores australiano alerta que "continua recebendo informações segundo as quais terroristas podem estar planejando mais atentados na Indonésia, em particular em Bali".

"Recomendamos que reconsiderem sua necessidade de viajar para a Indonésia, incluindo Bali, neste momento, dada a alta ameaça de atentados terroristas", diz a nota.

Pelo menos nove pessoas morreram e 50 ficaram feridas hoje nas explosões ocorridas nos hotéis das cadeias Marriott e Ritz-Carlton, situados no centro de Jacarta.

A explosão no Ritz-Carlton se deu no porão, enquanto a no Marriott ocorreu no terceiro, onde fica o restaurante, que costuma ser usado para cafés da manhã de trabalho.

Em 7 de agosto de 2003, 12 pessoas morreram num atentado perpetrado contra a filial do hotel Marriott de Jacarta. O ataque foi atribuído ao grupo Jemaah Islamiya, considerado o braço da Al Qaeda no Sudeste Asiático.

No dia 12 de outubro de 2002, 202 pessoas morreram, entre elas 88 australianos, em vários ataques cometidos na ilha de Bali. EFE mg/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG