Austrália: comunhão com cálice é proibida por causa da gripe

Sydney (Austrália), 16 jun (EFE).- Alguns padres australianos não poderão utilizar o cálice ao distribuir a comunhão para evitar a propagação da gripe suína, que já contagiou mais de 1.

EFE |

500 pessoas em todo o país.

A proibição afeta o estado da Austrália do Sul, cujo arcebispo, Philip Wilson, explicou hoje à imprensa local que o édito responde ao aumento do número de casos registrados na região, onde há 65 doentes confirmados.

Ao celebrar a comunhão será entregue unicamente a hóstia consagrada, e não será utilizado o cálice para limitar o risco de transmissão do vírus.

Wilson também pediu que todos os fiéis que tenham sintomas da gripe fiquem em casa e não frequentem a missa.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE mg/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG