Austrália aumentará sanções contra regime do Zimbábue

Sydney (Austrália), 17 dez (EFE).- O Governo da Austrália anunciou hoje que reforçará as sanções impostas contra o Zimbábue porque considera que o brutal regime do presidente Robert Mugabe é o responsável pela tragédia que castiga o país.

EFE |

O ministro de Assuntos Exteriores, Stephen Smith, explicou em comunicado que as sanções contra o país africano, com o qual a Austrália cortou seus vínculos militares, têm como objetivo enfraquecer o regime, e não prejudicar os cidadãos.

"A melhor solução para o Zimbábue seria a renúncia de Mugabe e seus partidários", afirmou Smith, que solicitou às autoridades zimbabuanas que respeitem os direitos civis de seus cidadãos.

Smith informou que o Governo australiano incluiu 75 indivíduos e quatro empresas na lista de membros e partidários do regime que sofrem restrições financeiras e de vistos.

O ministro especificou que a Austrália fornecerá mais assistência humanitária para o Zimbábue, onde a Organização Mundial de Saúde (OMS) advertiu que os casos de cólera já chegam a 16.700, com quase 800 mortos. EFE mg/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG