Aumento da violência em Gaza preocupa ONU

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, manifestou nesta quarta-feira sua preocupação com a escalada da violência na Faixa de Gaza e no sul de Israel, e pediu às partes que trabalhem pelo retorno da calma e para atenuar a crise humanitária.

AFP |


"O secretário-geral está muito preocupado com a situação em Gaza e no sul de Israel após a intensificação da violência e do sofrimento dos civis", declarou a porta-voz Marie OKabe.

Ban condenou o disparo de foguetes nesta quarta-feira da Faixa de Gaza contra o sul de Israel e pediu ao movimento radical Hamas que "suspenda imediatamente" estas ações.

O secretário-geral exorta às partes a "garantir o retorno à calma" e a permitir "uma melhora urgente da situação humanitária, incluindo a distribuição de ajuda à população".

O movimento palestino Hamas acabou com a trégua de 24 horas e bombardeou nesta quarta-feira o sul de Israel.

Após o ataque, Israel decidiu anular sua decisão de abrir os pontos de passagem para os territórios palestinos e permitir a entrada de ajuda humanitária egípcia.

Na noite de hoje, um combatente do Hamas morreu e outros quatro palestinos ficaram feridos em um ataque aéreo israelense contra o sul da Faixa de Gaza.

O grupo foi atingido por um helicóptero israelense, que disparou três mísseis contra um setor próximo a Rafah, na zona de fronteira com o Egito.

Um porta-voz do Exército israelense confirmou o ataque, precisando que "teve como alvo terroristas que haviam disparado foguetes contra Israel".

    Leia tudo sobre: gazahamasisraelonu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG