O aumento da população, as mudanças climáticas, a irrigação irresponsável e o desperdício crônico ameaçam o abastecimento mundial de água doce, assinalou nesta quinta-feira o terceiro relatório sobre o Desenvolvimento da Água no Mundo, compilado por 24 agências da ONU.

Este importante documento de 348 páginas mostra um panorama sombrio, principalmente nos países em vias de desenvolvimento, e descreve uma situação preocupante para as futuras gerações.

A água faz parte de uma complexa rede de fatores que determinam a prosperidade e a estabilidade de um povo, explica o estudo.

A falta de acesso à água aumenta a pobreza e as privações e é uma causa potencial de distúrbios e conflitos, adverte o informe.

"A água está vinculada às crises da mudança climática, ao abastecimento, aos preços da energia e dos alimentos, e à perturbação dos mercados financeiros", acrescenta o texto.

O informe assinala dois fatores que diminuem a quantidade de água doce.

Um é o impacto humano. Em 2000 havia 6 bilhões de seres humanos, uma população que já aumentou para 6,5 bilhões e poderá alcançar os 9 bilhões em 2050.

O crescimento da população, especialmente nas cidades dos países pobres, provoca uma enorme demanda de água. Cada gota dos rios nos países sedentos é consumida e os governos extraem a chamada água fóssil.

As mudanças climáticas, desencadeadas pelo aquecimento mundial provocado pelo ser humano, vão alterar o modelo das chuvas e reduzir a quantidade de neve derretida, segundo os cientistas.

O primeiro informe sobre a água foi publicado em 2003 e é atualizado a cada três anos. Este último, intitulado "Água em um mundo mutável", é publicado antes do quinto Foro Mundial da Água, que será realizado em Istambul de 16 a 22 de março.

Este enorme documento assinala os seguintes pontos:

- O CRESCIMENTO DEMOGRÁFICO aumenta a pressão sobre o problema da água nos países em vias de desenvolvimento.

- Nos últimos 50 anos, a EXTRAÇÃO de rios e lagos se triplicou para ajudar a fazer frente à demanda da crescente produção de alimentos que requer muita água, como o arroz, o algodão, os rodutos lácteos e a carne.

- A DEGRADAÇÃO DO MEIO AMBIENTE provocada pela poluição da água e uma extração excessiva custa agora milhares de milhões de dólares.

- Há diversas possibilidades de se obter os OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIIO da ONU.

- O problema da falta de água, incrementado pela mudança climática, agravará os DESAFIOS DE SEGURANÇA.

- Serão necessários entre 92,4 bilhões e 148 bilhões de dólares anuais em INVESTIMENTOS para construir e manter sistemas de abastecimento de água, irrigação e serviços sanitários.

- A CONSERVAÇÃO e a utilização da água já usada, incluindo as águas residuais, é a chave do futuro.

ri/cn-lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.