Tamanho do texto

Porto Príncipe, 29 ago (EFE).- As autoridades elevaram hoje para 66 o número de pessoas mortas no Haiti em conseqüência da passagem do furacão Gustav, que agora avança em direção às Ilhas Cayman.

Fontes do escritório da Defesa Civil disseram à Agência Efe que outras dez pessoas estão desaparecidas e que há 27 feridos por conta do fenômeno atmosférico, que atingiu o país na terça-feira.

Além disso, 8.066 pessoas foram levadas para abrigos e 3.982 casas foram destruídas pelo "Gustav".

A região sudeste do país foi a mais afetada pelas inundações e pelos deslizamentos de terras provocados pelas chuvas decorrentes do furacão.

Hoje, o sol voltou a sair nas regiões mais atingidas pelo "Gustav", onde a população começar a retomar suas atividades, apesar de várias estradas estarem inundades e cheias de lama. EFE gp/sc