Aumenta pressão sobre Musharraf para deixar poder no Paquistão

A coalizão de governo paquistanesa deu um ultimato ao presidente Pervez Musharraf, neste sábado, para que deixe o poder antes do término do fim de semana, caso não queira se submeter a um processo de impeachment.

AFP |

Hoje, o ministro das Relações Exteriores, Shah Mehmood Qureshi, disse que Musharraf tem de tomar uma decisão sobre sua renúncia, se quiser impedir ser destituído "hoje (sábado), ou amanhã, porque não há espaço para mais nenhum adiamento".

A coalizão, liderada pelo partido da ex-primeira-ministra Benazir Bhutto, que foi assassinada, também garantiu ter concluído as acusações contra Musharraf para o procedimento de impeachment e que irá apresentá-las ao Parlamento no início da semana.

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG