Beirute, 9 mai (EFE).- Fontes dos serviços de segurança libaneses aumentaram hoje para cinco o número de pessoas detidas ontem no sul do Líbano por supostamente pertencer a uma rede de espionagem de Israel.

As fontes explicaram à Agência Efe que, além das detenções, os corpos de segurança apreenderam material nos domicílios dos detidos, sem dar mais detalhes.

Anteriormente, as fontes tinham informado que eram três as pessoas detidas sob a mesmo acusação, embora tenham avisado que o número não era definitivo.

Com o novo número, chega a 20 os detidos nos últimos meses por supostamente trabalhar para o Mossad, os serviços secretos israelenses no exterior. EFE ks-ssa/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.