Aumenta para 20 número de mortos por explosão em unidade química na China

Pequim, 27 ago (EFE).- O número de mortos pela explosão de uma unidade química no sul da China aumentou hoje para 20, depois que as equipes de resgate recuperaram dois cadáveres, informou a agência oficial de notícias Xinhua.

EFE |

Trata-se dos dois últimos da lista de desaparecidos criada após a explosão da planta, localizada na região autônoma de Guangxi Zhuang, no sul da China.

Os mais de 11 mil evacuados nos arredores da fábrica retornaram hoje a suas casas depois que as equipes de resgate, compostas por 470 efetivos, finalizarem seu trabalho.

A explosão aconteceu na unidade da empresa Guangxi Guangwei Chemical Co., na manhã de terça-feira, e as causas ainda estão sendo investigadas.

No total, 60 empregados da fábrica ficaram feridos e foram hospitalizados, e até agora 10 receberam alta.

A maioria das vítimas sofreu queimaduras e fraturas de diversos graus devido ao incêndio que aconteceu em seguida, e que durou até a tarde, chegando a ocupar 10 mil metros quadrados de superfície.

O departamento ambiental da província assinalou hoje que a explosão não produziu contaminação, segundo asseguraram os especialistas químicos que se transferiram à zona para investigar o acidente.

A planta produz principalmente acetato de polivinila (PVA), que é usado em adesivos, e outros elementos químicos usados em tintas. EFE mz/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG