Aumenta o número de civis que fogem de grupos armados na Colômbia (CICV)

O aparecimento de novos grupos armados na Colômbia provoca um aumento do número de civis obrigados a fugir de suas casas, sobretudo no sudoeste do país, denunciou nesta quarta-feira o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

AFP |

A presença de novos grupos armados em determinadas zonas do país multiplicou os confrontos pelo controle do território", explicou o CICV em comunicado.

Segundo a instituição humanitária, dois terços dos 73.000 deslocados na Colômbia "dizem ter sido ameaçados de morte; um em cada dez diz ter sido ameaçado de alistamento forçado em um grupo armado".

O fenômeno afeta, sobretudo a região de Narito, sudoeste do país, precisou o CICV.

Em 2008, o CICV registrou mais de 1.600 denúncias de violações do direito internacional humanitário na Colômbia, entre elas 300 execuções, 205 ataques diretos contra civis, 289 desaparecimentos e 83 casos de deslocamento forçado.

pac/sga/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG