Auditoria revela desperdício do Pentágono na reconstrução do Iraque

Um contrato de 900 milhões de dólares atribuídos ao Exército norte-americano para a construção de palácios de justiça, prisões e instalações para a Polícia do Iraque causou um desperdício de milhões de dólares, indica uma auditoria divulgada nesta segunda-feira.

AFP |

A investigação, realizada por Stuart Bowen, Inspetor-geral especial para o Iraque, nomeado pelo Congresso, determinou que a empresa contratada Parsons Delaware Inc. havia efetuado apenas um terço dos 53 projetos de construção previstos originalmente.

"Embora seja compreensível que tenha fracassado na realização de uma parte do trabalho devido a sua complexidade e no contexto instável do Iraque em termos de segurança, vários milhões de dólares desse contrato foram evidentemente desperdiçados em projetos inacabados, interrompidos e abandonados", indicou no relatório.

O contrato era um dos dez contratos atribuídos pelo Exército em 2004 para restaurar as infra-estruturas iraquianas destruídas na invasão norte-americana de 2003.

jm/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG