Atriz Kirsten Dunst vai a Dakota do Norte rodar documentário sobre eleições

Los Angeles (EUA), 4 nov (EFE).- A atriz americana Kirsten Dunst viajou ao estado de Dakota do Norte, único lugar dos Estados Unidos onde não é obrigatório estar registrado para votar, para rodar um documentário sobre como vota a população americana, informou hoje a imprensa local.

EFE |

A protagonista de "Virgem Suicidas", de 26 anos, está no estado junto com o diretor Jacob Soboroff para explorar as particularidades do sistema eleitoral americano.

Em Dakota do Norte, para votar é preciso apenas apresentar um comprovante de residência e um documento de identidade (estadual, militar ou de uma tribo indígena).

Outra opção é assinar uma declaração juramentada que ateste que o leitor em questão está em seu direito de votar nesse distrito.

Kirsten e Soboroff, diz a imprensa local, entrevistaram o secretário de Estado de Dakota do Norte, Al Jaeger, e ainda hoje planejam gravar comentários dos eleitores da região.

A atriz e o diretor se conheceram em julho, quando Kirsten gravava um anúncio para a "Rádio Pública Nacional" (NPR, na sigla em inglês).

Já Soboroff dirige a Why Tuesday?, uma organização sem fins lucrativos que busca meios de aumentar a participação dos americanos nas eleições.

A dupla trabalha no filme com a companhia Participant Media, que produziu "Uma Verdade Inconveniente", documentário do ex-vice-presidente americano Al Gore sobre o aquecimento global.

Kirsten disse recentemente à revista "Harper's Bazaar" que o projeto é o primeiro que financia com sua recém-criada produtora, a Wooden Spoon. EFE mg/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG