Atraso em preparação para Copa na África do Sul preocupa Fifa

Um alto dirigente da Fifa, entidade que administra o futebol mundial, disse nesta segunda-feira que tem sérias dúvidas de que a África do Sul vai conseguir terminar todos os preparativos para sediar a Copa do Mundo de 2010. A 18 meses do começo da competição, o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, disse em entrevista à BBC que os organizadores não têm um dia a perder.

BBC Brasil |

Desde o anúncio de que a África do Sul seria o primeiro país africano a sediar o torneio, a Fifa vinha apoiando incondicionalmente os organizadores. Agora, de forma incomum, a entidade manifestou preocupação com a possibilidade de alguns projetos não ficarem prontos a tempo.

Valcke responde diretamente ao presidente da Fifa, Sepp Blatter. Quando perguntado para dar uma nota de zero a dez sobre o desempenho dos organizadores sul-africanos até agora, Valcke disse que não pode dar mais do que a nota cinco.

"Eu não posso dizer, a 18 meses da Copa do Mundo, se tudo estará pronto na hora. Essa é a principal preocupação, de que o tempo está muito curto", disse.

"Então nós temos de cruzar nossos dedos e esperar que tudo vai dar certo. Não há tempo e não há um dia a perder."
Os principais problemas, segundo Valcke, são obras de transporte e o esquema de segurança.

O diretor do comitê de organização da Copa do Mundo da África do Sul, Danny Jordaan, discorda da nota que recebeu do dirigente da Fifa, mas afirmou que a atual crise financeira tem causado dificuldades.

"Eu acho que um dos principais problemas é a questão do [alto] custo como resultado da crise econômica global, e não há nada que nós possamos fazer sobre isso. Só temos que administrar da melhor forma possível."
Apesar do perigo de se perder alguns dos prazos, Valcke diz que não há hipótese alguma de a Copa do Mundo de 2010 ser realizada em outro país.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG