MADRI - Os espanhóis fazem homenagens nesta quarta-feira aos 191 mortos e 1.841 feridos nos atentados cometidos pela Al-Qaeda, há cinco anos, dentro de quatro trens metropolitanos de Madri.

Veja a galeria de fotos das homenagens em Madri

Antes de darem início às sessões parlamentares, os membros do Congresso dos Deputados fizeram um minuto de silêncio em lembrança às vítimas dos ataques de 11 de março de 2004.

A homenagem foi acompanhada pelo presidente do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, o líder da oposição conservadora, Mariano Rajoy, e pela maioria dos ministros e deputados.

O governo regional de Madri lembrou as vítimas e as pessoas que as ajudaram jogando flores na Porta do Sol, um ponto turístico da capital espanhola.

EFE
Mulher coloca flores na estação de Atocha

Mulher coloca flores na estação ferroviária de Atocha

Já os dois principais sindicatos do país, União Geral de Trabalhadores (UGT) e Comissões Operárias, promoveram um ato no monumento em memória das vítimas erguido junto à estação ferroviária de Atocha, para a qual se dirigiam os trens atacados pelos terroristas.

Outros atos, convocados principalmente pelas associações que reúnem feridos e parentes das vítimas fatais, estão previstos para esta quarta-feira, especialmente nos bairros Alcalá de Henares, Torrejón de Ardóz, San Fernando e Coslada, onde grande parte das vítimas vivia.


Leia mais sobre atentados de Madri


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.