Atores de Hollywood criticam oferta de estúdios

LOS ANGELES ¿ Os produtores de cinema de Hollywood fizeram uma última oferta a atores em negociações sobre cachês, advertindo a categoria de que a indústria do entretenimento já está praticamente em greve. Horas antes de os contratos atuais expirarem, a Alliance of Motion Picture and Television Producers (AMPTP), entidade que representa os produtores de filme e de TV nos Estados Unidos, ofereceu aos atores um acordo com validade de três anos.

BBC Brasil |

Segundo os produtores, a oferta está avaliada em mais de US$ 250 milhões e responde às preocupações dos atores com relação a ganhos com novas mídias.

A Screen Actors Guild (SAG), o sindicato dos atores, disse que a oferta não parecia promissora. O diretor executivo e negociador-chefe da SAG, Doug Allen, disse que a organização estava analisando o documento, com 43 páginas, e divulgou uma declaração dizendo: "Esta oferta não parece tocar em questões chave importantes para os atores".

Uma outra paralisação, logo após a greve de cem dias dos membros do sindicato dos roteiristas, Screen Writers Guild, que prejudicou produções de filme e de TV no início do ano, é algo que os chefes dos estúdios em Hollywood realmente não querem.

A AMPTP divulgou a seguinte declaração: "Nossa indústria está hoje em uma greve de facto, com produções de filmes praticamente suspensas e produção de TV seriamente ameaçada".

O grupo dos estúdios disse que a oferta, apresentada na segunda-feira à SAG, após 42 dias de negociações sobre um novo contrato de trabalho, era final.

A AMPTP advertiu que as conseqüências de uma greve "seriam enormes", e que os 120 mil membros do sindicato podem perder US$ 2.5 milhões por dia em salários.

A Screen Actors Guild, a guilda dos atores das telas, é o mais importante sindicato de atores de filme e TV nos Estados Unidos.

Os dois lados concordaram em se encontrar novamente na quarta-feita para discutir a proposta.

A SAG também está contestando um acordo feito entre os estúdios e um outro sindicato de atores - a American Federation of Television and Radio Artists (AFTRA). Segundo a SAG, o acordo enfraquece sua posição nas negociações.

Leia mais sobre: Greve em Hollywood

    Leia tudo sobre: greve em hollywood

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG