La Paz, 19 jun (EFE).- O aimara Valerio Queso, que interpretou o presidente da Bolívia, Evo Morales, no filme Evo Pueblo, lidera uma ocupação de terras na periferia de El Alto, cidade que faz divisa com La Paz e que é considerada a mais pobre do país.

O camponês que interpretou Morales disse hoje à Agência Efe que lidera cerca de dois mil sem-terra em um acampamento precário com barracas de plástico.

"Sou o principal líder do Movimento Social de Famílias Desprotegidas Sem-teto e estamos lutando para ter uma casa própria", declarou o aimara, que se parece muito com o presidente boliviano.

Queso, que antes do filme lançado em outubro passado trabalhava como comerciante e era líder camponês no leste do país, contou que, após sua passagem pelo cinema, retomou suas atividades cotidianas.

"Depois do filme, alguns acharam que eu iria me dedicar ao cinema. Mas estou envolvido com o movimento sindical", afirmou, admitindo que, no entanto, recebeu algumas ofertas de cineastas do Peru, que não se concretizaram.

"Evo Pueblo" conta a vida de Morales desde a sua infância, no vilarejo andino de Orinoca. Mostra ainda os diversos ofícios que desempenhou para sobreviver, sua liderança sindical na região de Chapare, sua entrada na política e sua chegada à Presidência da Bolívia, em janeiro de 2006.

Queso encarnou o líder esquerdista na primeira parte do filme.

O agora líder sindical disse à Efe que o que ganhou por sua atuação não foi o suficiente para que comprasse uma casa para ele, sua mulher e seus três filhos viverem, razão pela qual agora luta para ter um imóvel. EFE rs/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.