Ato estudantil termina em enfrentamentos no Chile

Um ato político cultural organizado por agremiações estudantis chilenas terminou em enfrentamentos com a polícia, depois que grupos encapuzados provocaram danos à propriedade pública, informou a mídia local nesta quinta-feira.

AFP |

Cerca de 5.000 estudantes, entre universitários e secundaristas, se juntaram em pleno centro de Santiago para um protesto de caráter pacífico cujo objetivo era pedir profundas reformas no sistema educacional.

O ato, que incluía a participação de grupos musicais, deixou para trás o caráter festivo quando um grupo de pessoas encapuzadas começou a instalar barricadas e acendeu uma grande fogueira no meio da principal avenida da cidade.

A violência fez com que o contingente policial que acompanhava a manifestação começasse a dispersar os estudantes com jatos d'água e bombas de gás lacrimogêneo.

Cerca de 20 pessoas foram detidas.

Em outras cidades do país, como Valparaíso e Concepción, greves e protestos estudantis também foram convocados.

db/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG