Atletas georgianos deixarão Pequim para lutar no Exército

Tbilisi, 9 ago (EFE).- O presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili, anunciou hoje que vários integrantes da equipe olímpica georgiana deixarão em breve Pequim e retornarão a seu país para combater nas filas do Exército.

EFE |

Saakashvili mobilizou na sexta-feira 100 mil reservistas de entre 24 e 45 anos, o que inclui vários atletas que deviam competir na capital chinesa.

A equipe olímpica georgiana é integrada por um total de 35 desportistas.

Antes dos Jogos, Saakashvili anunciou que premiaria com quase meio milhão de euros os atletas que conseguissem obter uma medalha de ouro nos Jogos. EFE mv/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG