BUENOS AIRES - Cerca de 50 ativistas pelos direitos dos animais posaram hoje em Buenos Aires, seminus e cobertos com sangue artificial, para denunciar os maus-tratos de indústrias que processam peles de animais, que são esfolados para que sua pele seja comercializada.

A associação AnimaNaturalis fez uma performance a poucos metros do obelisco de Buenos Aires para criticar publicamente os maus-tratos a animais criados ou capturados a fim de comercializar suas peles em forma de casacos, sapatos, carteiras ou bolsas.

Cerca de 50 jovens aguardavam nervosos, por volta do meio-dia na via pública, diante dos olhares de centenas de curiosos. Dentro de uma área isolada e sobre um tapete de papel, os manifestantes começaram a tirar as peças e ficaram apenas com as roupas íntimas, quando, então, começaram a entrelaçar os corpos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.