A grande operação policial e militar em Honduras resultou na prisão de centenas de pessoas, denunciaram nesta terça-feira os ativistas de direitos humanos atuando em Tegucigalpa.

"As detenções são em massa. O problema é que as forças de ordem estão levando as pessoas sem fazer qualquer tipo de registro. Como se tivessem um cheque em branco por causa do toque de recolher", explicou Bertha Oliva, membro do Centro de Familiares de Detidos e Desaparecidos de Honduras.

"Estamos vivindo uma situação de caos total. As forças policiais fazem prisões em massa, mas não registram quem está sendo preso", acrescentou Tirza Flores, juiz e membro da Associação de Juízes para a Democracia.

jz/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.