Ativistas adiam para 2012 novo referendo sobre casamento gay na Califórnia

Los Angeles (EUA), 12 ago (EFE).- O Equity Califórnia, um dos grupos que lidera a luta pelo casamento gay neste estado americano, adiará para 2012 a convocação de um novo plebiscito para legalizar a união entre pessoas do mesmo sexo.

EFE |

A estratégia consiste em demorar mais três anos até tentar recuperar este direito novamente, rejeitado pela maioria dos eleitores californianos em novembro.

A reação imediata dos grupos homossexuais e pró direitos civis foi trazer uma nova consulta pública para 2010, mas o Equity Califórnia considera este prazo muito curto para obter apoios e dinheiro suficientes para a campanha de conscientização.

Após as eleições de novembro, os ativistas a favor do casamento gay buscaram o apoio da Corte Suprema da Califórnia para que anulasse a Proposta 8, aprovada nas urnas e que exigia uma reforma da Constituição estadual para definir casamento como algo possível apenas entre um homem e uma mulher.

O Supremo californiano, no entanto, respaldou em maio a validade da votação e da iniciativa legal de parte de grupos sociais conservadores.

O mesmo tribunal tinha autorizado os casamentos homossexuais em 2008, ao considerar que sua proibição atentava contra a Constitução do estado.

Entre junho e novembro de 2008 18 mil casais do mesmo sexo contraíram matrimônio na Califórnia, cujo status matrimonial seguiu sendo respeitado.

Em resposta à última sentença da Corte Suprema, um grupo de advogados decidiu levar o caso à Justiça Federal, que terá de se pronunciar sobre o caso em 2010. EFE.

fmx/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG