Ativistas acorrentados impedem passagem de resíduos nucleares na Alemanha

(atualiza ação de bloqueio e outros detalhes) Berlim, 8 nov (EFE) - Ativistas acorrentados aos trilhos de uma ferrovia fecharam durante todo o sábado a passagem de um comboio de resíduos nucleares da França ao cemitério atômico de Gorleben, no norte da Alemanha, onde 14 mil manifestantes se concentraram para protestar contra esse transporte.

EFE |

No fim da noite de sábado, a Polícia tinha retirado da via um terceiro manifestante, enquanto continuava com as tarefas para remover os outros dois, amarrados com correntes e cimento aos trilhos.

A ação provocou um atraso considerável ao comboio, que deveria ter entrado em território alemão pelo estado da Renânia-Palatinado, sul do país, no início da tarde de sábado, mas continuava retido na fronteira esta noite.

Em Gorleben, cerca de mil quilômetros de distância, mais de 14 mil manifestantes, moradores da região e camponeses marcharam junto com centenas de tratores contra o comboio de resíduos, que partiu na sexta-feira da usina de reprocessamento de La Hague, na França.

A Polícia atuou para acabar com uma primeira ação de bloqueio em uma estrada nacional já no começo da manhã de sábado.

O comboio é formado por 11 vagões e transporta 17 toneladas de resíduos.

Os bloqueios de vias ocorreram nas imediações da cidade de Wörth, primeira estação do comboio na Alemanha, a cerca de mil quilômetros de seu destino, no norte do país.

O último trecho entre a cidade de Dannenberg e o cemitério será o mais complexo, já que os contêineres deverão ser transferidos do trem para um comboio de caminhões que completará o trajeto por estrada.

Trata-se do primeiro transporte em dois anos e a Polícia preparou um dispositivo de 16 mil agentes para proteger o comboio.

Desde a tarde de sexta-feira manifestantes convocados por organizações antinucleares e pelo Partido Verdes chegavam a Dannenberg, decididos a manter seus protestos até a chegada do comboio, provavelmente amanhã. EFE gc/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG