Ativista tenta atear fogo no corpo em frente à embaixada chinesa na Turquia

Uma pessoa tentou atear fogo no próprio corpo, nesta sexta-feira, em frente à embaixada da China na Turquia, enquanto um grupo de chineses muçulmanos denunciava a repressão dos direitos naquele país, cuja capital é a anfitriã dos Jogos Olímpicos-2008.

AFP |

Cerca de 300 pessoas, a maioria refugiada uigure da região muçulmana de Xinjiang (noroeste da China), se reuniram, rodeadas por um forte dispositivo de segurança, em frente à embaixada chinesa no centro de Ancara, segundo um fotógrafo da AFP no local.

Enquanto um porta-voz lia uma declaração à imprensa, um dos manifestantes ateou fogo em seu corpo. O homem sofreu queimaduras no rosto e nas mãos, antes de a polícia chegar para apagar as chamas. O homem, de uns 30 anos de idade, foi hospitalizado.

Os manifestantes carregavam cartazes com as frases "Não aos Jogos Olímpicos sem direitos humanos" e "China assassina".

str-su/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG