Ativista pró-democracia condenado no Vietnã

A justiça do Vietnã condenou nesta segunda-feira a cinco anos e meio de prisão um militante pró-democracia por atividades de subversão contra o Estado comunista, crime que em tese pode ser punido com até a pena de morte.

AFP |

O ex-tenente-coronel Tran Anh Kim, 60 anos, permanecerá durante os próximos três anos em prisão domiciliar, segundo a decisão do tribunal popular de Thai Binh (norte).

Kim foi acusado de integrar dois grupos políticos "reacionários" e "ilegais" pelo regime comunista.

O ex-militar, que durante 34 anos pertenceu ao Exército, foi detido em julho durante uma onda de prisões de ativistas.

bur-aud/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG