Ativista é indiciado no Japão após protesto contra baleeiros

TÓQUIO (Reuters) - Promotores japoneses indiciaram criminalmente nesta sexta-feira um ativista neozelandês que subiu em um navio baleeiro na Antártida após confrontos entre caçadores de baleias e ambientalistas. As frequentes tentativas do grupo Sea Shepherd de bloquear a caça anual às baleias têm causado irritação no Japão, onde o governo afirma que essa é uma importante tradição cultural.

Reuters |

Alguns especialistas em direito dizem que o Japão quebra normas internacionais, como o Tratado da Antártida. Em fevereiro, a Austrália deu ao Japão um prazo até novembro para interromper a caça no Oceano Antártico. Caso o Japão insista, a Austrália ameaçou ir às cortes internacionais.

Pete Bethune foi preso no mês passado no Japão e está indiciado por várias acusações, como o porte de uma faca durante o embarque ao navio, disse um porta-voz do governo.

(Reportagem de Yoko Nishikawa)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG