Ativista anticorrupção vai terminar greve de fome no domingo

Após confirmação de que o parlamento aceitou algumas concessões, Anna Hazare anunciou que vai encerrar greve de fome

iG São Paulo |

AFP
No 12º dia de jejum, o ativista Anna Hazare discursa para multidão em Nova Deli
O militante anticorrupção indiano Anna Hazare aceitou encerrar no domingo a greve de fome, iniciada há 12 dias, depois de receber a confirmação de concessões dos parlamentares.
"Durante 12 dias as pessoas do povo estiveram aqui. É a vitória deles", afirmou o ativista de 74 anos.

Neste sábado, depois de nove horas de debate , o ministro das Finaças Pranab Mukherjee disse que o parlamento era a favor as demanadas de Hazare, entre elas a criação do cargo de mediador da República em cada um dos 29 estados do país, a redação de uma "carta do cidadão" e a ampliação dos poderes do mediador a todos os funcionários do governo.

Hazare queria muito mais, quando começou seu jejum em 16 de agosto. Ele exigia que o governo retirasse lei para criar um painel de vigilância limitada, apresentando im plano de longo alcance no Parlamento.

A campanha de Hazare para endurecer a legislação anticorrupção encontrou grande apoio entre uma população irritada com o mal que sufoca a sociedade. Além disso, gerou muita pressão sobre o governo de centro-esquerda, que demonstrou demora para adotar medidas contra a corrupção.

"Anna Hazare aceitou cessar o jejum amanhã pela manhã (domingo). Está contente com a decisão do governo de aceitar suas propostas", declarou Vibhav Kumar, porta-voz da campanha "Índia contra a corrupção".

O militante radical iniciou a greve de fome em 16 de agosto, dia em que foi detido após as grandes manifestações em todo o país que pediam o fim da corrupção.

Hazare foi liberado três dias mais tarde e seguiu para uma praça de Nova Délhi, onde prosseguiu com o jejum para exigir mais rigor em um projeto de lei em debate no Parlamento para dar mais eficiência à luta contra a corrupção.

    Leia tudo sobre: índiacorrupçãoanna hazaregreve de fome

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG