Atiradores em escolas da Finlândia poderiam ter ligações

HELSINQUE (Reuters) - Os dois homens que mataram estudantes em dois ataques separados a escolas na Finlândia no último ano, podem ter entrado em contato um com o outro, informou a polícia nesta quarta-feira. É muito provável (que eles tivessem ligações), disse o investigador da polícia Jari Neulaniemi à Reuters.

Reuters |

"Não temos essa informação agora mas não seria uma surpresa se descobríssemos isso".

Neulaniemi disse que Matti Saari, o atirador do atentado de terça-feira na cidade de Kauhajoki no oeste da Finlândia, comprou sua arma na cidade de Jokela, no sul do país, menos de 11 meses atrás.

Saari matou 10 pessoas e se matou em um crime semelhante ao cometido por Pekka-Eric Auvinen, que matou oito pessoas na escola de Jokela no ano passado.

Auvinen também se matou após o ataque.

(Reportagem de Brett Young)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG