Atirador mata três cristãos no norte do Iraque antes de eleições

MOSSUL (Reuters) - Homens armados invadiram a casa de uma família cristã no norte do Iraque e matou o pai e seus dois filhos, informou a polícia, no mais novo ataque contra a comunidade minoritária antes de uma eleição. Enquanto a violência tem diminuído em todo o Iraque nos últimos dois anos, bombas e tiroteios acontecem quase que diariamente em Mossul, no norte iraquiano, onde a disputa pelo poder entre curdos e árabes e a presença da Al Qaeda aumentam a insegurança.

Reuters |

A polícia informou que atiradores não identificados mataram os integrantes da família naquela cidade. Cinco outros cristãos foram mortos em Mossul nas duas últimas semanas.

No fim de 2008, milhares de cristãos deixaram suas casas ao redor de Mossul depois de uma campanha de assassinatos.

Com a proximidade das eleições parlamentares em 7 de março, ataques contra cristãos -- cujo voto pode influenciar a disputa entre curdos e árabes -- pode ser um sinal de intimidação, ou uma tentativa dos militantes da Al Qaeda de atrapalhar o pleito.

(Reportagem de Jamal Al-Badrani)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG