Atirador mata pelo menos 9 antes de morrer no Alabama

BIRMINGHAM, EUA (Reuters) - Pelo menos dez pessoas, incluindo o suposto atirador e sua mãe, morreram após um tiroteio com perseguição policial no sul do Estado norte-americano do Alabama na terça-feira, disseram autoridades a polícia. O atirador, na casa dos 30 anos, matou cinco pessoas, incluindo a mulher e um filho de três meses de um vice-xerife de Geneva, uma pequena cidade próxima à divisa com a Flórida, no sul dos Estados Unidos. Eles estavam em um trailer na cidade de Samson.

Reuters |

Suas outras vítimas incluem a própria mãe, duas pessoas mortas em uma loja de conveniência e um homem que estava em uma pickup e acabou morto durante a perseguição policial, quando o atirador disparou sem direção, segundo Wynnton Melton, prefeito de Geneva.

O tiroteio começou em Sanson, uma pequena cidade no sudoeste do Estado, e acabou após a perseguição e um tiroteio em Geneva, a 20 quilômetros dali, segundo o FBI e a polícia local.

Um policial em Geneva disse que o homem "atirou em diversos veículos na estrada e então atirou no Wal-Mart e na Piggly Wiggly", uma rede de mini-mercados.

Um comunicado do Departamento de Segurança Pública de Alabama informou que agentes do Estado e locais responderam a uma série de pelo menos três ou quatro incidentes com tiros envolvendo o atirador, que estaria sozinho.

O suspeito "deixou pelo menos nove vítimas antes de morrer com um tiro que ele próprio se deu", disse o comunicado.

A polícia afirmou que pode haver mais vítimas. Não há pistas sobre o que motivou a ação, que incluiu o incêndio de uma casa em uma cidade próxima.

"Cinco foram mortos em um trailer em Samson. Outros dois morreram na Big and Little Store em Geneva. O suspeito morreu na loja Reliable em Geneva", disse uma autoridade policial em Geneva, Alabama, que não quis se identificar.

Várias pessoas ficaram ferias no tiroteio, segundo informações da imprensa local.

Samson é uma cidade de cerca de 3.000 pessoas na divisa entre Alabama e Flórida.

(Reportagem de Verna Gates)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG