Atirador mata pelo menos 10 em escola na Alemanha

BERLIM (Reuters) - Um atirador matou pelo menos dez estudantes em uma escola secundária no sudoeste da Alemanha na quarta-feira, disseram autoridades locais, no que parece ser o pior incidente do gênero no país em sete anos. Nós temos que supor um número de mortos que está em dois dígitos, disse um porta-voz do ministério do Interior no Estado de Baden-Wuerttemberg. Eles (as vítimas) são estudantes.

Reuters |

A polícia local disse que o atirador, que de acordo com a mídia alemã vestia roupas de combate, havia abandonado a escola em Winnenden, uma cidade de 27 mil habitantes perto de Stuttgart.

Helicópteros voavam sobre a cidade, segundo a polícia. Bombeiros e equipes de resgate estavam dentro da escola, já esvaziada.

"A polícia (...) está obviamente procurando por ele (o atirador) em toda a cidade", disse Roberto Seifert, que trabalha em uma empresa próxima à escola. "Nós nunca tivemos nada como isso", disse ele à Reuters por telefone.

A mídia alemã afirmou que o atirador é um ex-estudante da escola.

Winnenden, uma histórica cidade mercantil cujas origens remontam ao século 12, é a sede da firma alemã Kaercher, uma renomada fabricante de aspiradores de pó e lavadoras de alta pressão.

Diversos tiroteios em escolas têm chocado a Alemanha nos últimos anos. Em 2006, um homem mascarado carregando explosivos nas roupas e portando rifles abriu fogo em uma escola na cidade de Emsdetten, no oeste do país, ferindo pelo menos 11 pessoas antes de cometer suicídio.

Em abril de 2002, a Alemanha sofreu o pior incidente do gênero quando um homem matou 17 pessoas, incluindo a si próprio, em uma escola na cidade de Erfurt, no leste do país.

(Reportagem de Holger Hansen)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG